04 junho 2016

E3 2016 abre para o público e "acaba" de vez com a relevância do jornalismo de games, o gamer agradece

Já faz tempo que o jornalismo de games não serve pra quase nada não é mesmo? Empresas de games através das suas redes sociais já revelam tudo diretamente ao seu público, e sites como o Youtube são plataformas perfeitas para divulgação de trailers e gameplays, que inclusive geram lucros por si só, devido a publicidade do Google.

É cada vez mais raro um site conseguir algo realmente exclusivo, novo ou relevante. Revistas de games (sim, por incrível que pareça elas ainda existem) como a Game Informer dos EUA, ainda conseguem vez ou outra uma reportagem exclusiva de capa que chama a atenção do público.



Um grande exemplo sobre essa proximidade do público final com as desenvolvedoras de jogos e consoles é a E3, maior feira/evento de games do mundo realizada anualmente em Los Angeles no mês de Junho. Todas as principais conferências de imprensa tem jornalistas como platéia, mas são transmitidas ao vivo para todo o mundo via internet, ao vivo, em tempo real. É praticamente impossível um jornalista lá de dentro de fato informar alguém sobre alguma coisa. Não informa. Tudo vai pro Twitter antes dele sequer acabar de digitar uma notinha básica.

Isso é bom ou ruim para o público? É bom, pois hoje não precisamos ficar a mercê de jornalistas de conhecimento e gosto duvidoso. Ainda mais nos dias de hoje que essa turminha faz de tudo em troca de cliques, como ficar usando "viés feminista" pra analisar jogos, como se tudo agora precisasse ser visto a partir deste ponto de vista ou do politicamente correto. A maioria não tem ética alguma e só quer polemizar com seus leitores, que revoltados, voltam para comentar e geram ainda mais cliques, e consequentemente mais grana para o bolso destes.

E para fechar a tampa do caixão, esse ano tem uma novidade. Seguindo a linha de grandes eventos como GamesCon, Playstaion Experience, VGX e Tokyo Game Show, a E3 2016 vai abrir as portas para o consumidor final. O local do evento, que teve ingressos distribuídos gratuitamente (todos esgotados), será diferente daquele dedicado aos jornalistas e pessoas ligadas a indústria como varejistas. O E3 Live vai acontecer na rua de baixo do Los Angeles Convention Center, mas promete aos gamers acesso as maiores novidades da feira, podendo eles inclusive jogar as demos que estarão disponíveis. Não é sensacional?



Ou seja, mais novidades cairão ainda mais rápido do Youtube, Twitter, Facebook...

Aos jornalistas de games (onde muitos se acham) resta o choro, e menos acessos em suas notinhas de mera repercussão sensacionalista.

A E3 2016 acontece a partir do dia 12 de Junho, Domingo. Veja todos os horários das conferência aqui.
ATENÇÃO: Os comentários postados no Portal Celebrinando são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Pesquise

Custom Search

Veja também...